Arte Equestre em Belém

A EPAE despede-se dos cavalos Jobim, Timóteo e Vejetal em Gala especial

Fotografia do cavalo Vejetal

A Escola Portuguesa de Arte Equestre (EPAE) vai realizar no próximo dia 29 de setembro, às 19.00, no Picadeiro Henrique Calado, na Calçada da Ajuda, em Belém, uma Gala especial dedicada aos cavalos JOBIM, TIMÓTEO e VEJETAL que agora “se reformam”.

Com este espetáculo, a EPAE pretende homenagear três dos seus melhores alunos, que em muito contribuíram para a preservação, desenvolvimento e promoção da arte equestre em Portugal.

JOBIM, atualmente com 26 anos, é o cavalo mais velho da EPAE. Filho de BATIAL e SAINHA, nasceu a 19 de abril de 1991 e entrou na EPAE com 4 anos. Ao longo das suas participações nos espetáculos da EPAE, JOBIM foi apresentado por numerosos picadores no número de Ares Altos e é meio-irmão, por parte de pai, do famoso cavalo de Dressage Olímpico RUBI.

O TIMÓTEO, filho do garanhão MEALHEIRO e da égua JAXILINA, nasceu a 12/03/2000. Agora com 17 anos, foi apresentado por mais de um Picador no número dos Ares Altos em Cabriolas montadas e à mão.

O cavalo VEJETAL nasceu a 20 de fevereiro de 2002. Contando já com 15 anos, este cavalo filho do garanhão JOCA e da égua NEGAÇA, entrou para a EPAE com 4 anos. Foi montado e apresentado sempre pelo mesmo Picador, Gonçalo Soares, em diferentes números tais como Carrossel, Passo de dois e três e Solo.

Após um dedicado período à Escola Portuguesa de Arte Equestre, em que ajudaram a manter o excelente nível das apresentações da instituição, os cavalos JOBIM, TIMÓTEO e VEJETAL regressam à Coudelaria de Alter, onde nasceram, para desfrutar de um merecido descanso.